Desigualdade e consumismo são formas de violência

O impacto da violência para a cidadania foi tema de um encontro no Polo de Caxias da PUC-Rio, na Baixada Fluminense. Os participantes destacaram a complexa estrutura da violência, que assume diferentes formas como a desigualdade e o consumismo.

Descaso castiga moradores de Jardim Gramacho

Após o fechamento do lixão de Jardim Gramacho, em 2012, foram elaborados diversos projetos de recuperação ambiental e urbanística do local. Mas nada saiu do papel. Um encontro organizado pelo Departamento de Serviço Social discutiu o problema.

Os impactos da política de guerra às drogas

Grande parte da violência no estado do Rio de Janeiro está ligada ao tráfico de drogas. Um debate na Universidade discutiu a política de combate às drogas e como ela tem sido insuficiente para atacar o problema que se reflete em diferentes instâncias da vida social.

Greve tem reflexos em restaurantes da Universidade

Por causa da greve dos caminhoneiros, que já dura três dias, os restaurantes da Universidade já sofrem com a falta de alguns alimentos frescos. Para contornar o problema, o bandejão alterou o cardápio e o restaurante japonês corre o risco de ficar sem peixe.

Brasileiros resgatam suas origens africanas pelo DNA

Um encontro organizado pelo Departamento de Relações Internacionais e pelo Coletivo Nuvem Negra mostrou a importância dos brasileiros se reconectarem com as origens africanas. No encontro, foi apresentado o projeto Brasil: DNA África.

Escândalo no Facebook mostra importância de proteger dados

O escândalo do vazamento de dados de usuários do Facebook acirrou a discussão sobre a proteção de dados pessoais na internet. Um debate na Universidade discutiu a linguagem difícil dos termos de uso e a necessidade de uma lei sobre o assunto.

30 anos da Constituição de 1988

O Departamento de Direito iniciou um ciclo de debates para relembrar os 30 anos da promulgação da Constituição de 1988. O primeiro convidado foi o professor da USP José Afonso da Silva, que foi assessor do senador Mário Covas, durante a Assembleia Nacional Constituinte.

Vencer a desigualdade ainda é desafio para o país

O III Seminário Internacional Desafios da Diversidade e da Desigualdade, organizado pelo Departamento de Ciências Sociais da PUC-Rio, apresentou aos alunos uma visão ampla dos problemas sociais, políticos e culturais do Brasil contemporâneo.

As contradições da república brasileira

Quando Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a República, em 1889, o Brasil estava prestes a entrar em um período contraditório: marcado por duas ditaduras, avanços nas questões sociais e uma economia que alternou o liberalismo econômico com a intervenção estatal.