“Sociedade que deixa museu pegar fogo é doente”, critica DaMatta
06/09/2018

O antropólogo e professor da PUC-Rio Roberto DaMatta foi chefe do Departamento de Antropologia e coordenou a Pós-graduação em Antropologia Social do Museu Nacional. Segundo ele, o descaso com a instituição é consequência de uma sociedade que não leva a sério o ensino.


Publicada em 06/09/2018

Mais Recentes
Democracia ameaçada

As instituições democráticas vivem um momento de instabilidade, inclusive no Brasil. O Juiz do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Rubens Casara, e a deputada portuguesa Joana Mortágua estiveram na PUC para falar sobre o tema e sobre ativismo judicial.