“Sociedade que deixa museu pegar fogo é doente”, critica DaMatta
06/09/2018

O antropólogo e professor da PUC-Rio Roberto DaMatta foi chefe do Departamento de Antropologia e coordenou a Pós-graduação em Antropologia Social do Museu Nacional. Segundo ele, o descaso com a instituição é consequência de uma sociedade que não leva a sério o ensino.


Publicada em 06/09/2018

Mais Recentes
Redes sociais: propaganda política e riscos

As redes sociais tornaram a difusão de informações mais veloz. Mas também têm sido determinantes para espalhar uma quantidade gigantesca de notícias falsas ou mesmo desinformar. Um debate realizado na Universidade discutiu o assunto.

Aldeias Infantis acolhem refugiados venezuelanos

Desde julho, as Aldeias Infantis SOS acolheram mais de 500 refugiados no Brasil, que viviam em situação precária em Roraima. O projeto presta assistência social e nutricional, auxílio para a inserção no mercado de trabalho, além de aulas de português.