“Sociedade que deixa museu pegar fogo é doente”, critica DaMatta
06/09/2018

O antropólogo e professor da PUC-Rio Roberto DaMatta foi chefe do Departamento de Antropologia e coordenou a Pós-graduação em Antropologia Social do Museu Nacional. Segundo ele, o descaso com a instituição é consequência de uma sociedade que não leva a sério o ensino.


Publicada em 06/09/2018

Mais Recentes
Jornalistas são vítimas de milícias digitais

Os ataques aos jornalistas Constança Rezende e Chico Otávio levantaram uma discussão na universidade sobre os riscos da exposição do profissional nas redes sociais. Também discutiram o perfil das chamadas “milícias digitais”.

Uberização do trabalho e o proletário da era digital

O mundo do trabalho mudou radicalmente nos últimos 40 anos, em parte por causa das tecnologias de informação. A exigência por um trabalhador altamente qualificado convive com a exploração de mão-de-obra barata. Veja na entrevista com o sociólogo Ricardo Antunes.