Programas

Pilotis
A ausência do pai
13/09/2010
Editor

exibido em:  13/09/2010

De acordo com o IBGE, cerca de 9% das crianças nascidas em 2008 não foram registradas. No ano seguinte, o governo brasileiro se comprometeu a zerar o número de sub-registros. Eles ocorrem quando uma criança nasce e não tem a certidão de nascimento feita no mesmo ano ou em até três meses do ano seguinte.  A distância entre os cartórios e as casas, problema comum em regiões do Norte de Nordeste do Brasil, ajuda a explicar a ocorrência dos sub-registros. Outro motivo é o desconhecimento da gratuidade do documento. Além disso, muitas crianças são registradas tardiamente pela vergonha da mãe em assumir a omissão do pai. De cada quatro certidões de nascimento registradas no país, uma não tem o nome do pai.  O percentual foi estimado pela Universidade de Brasília, UnB, que cruzou dados de cento e oitenta e três mil certidões de cartórios da cidade  e os comparou com números do IBGE sobre filhos fora do casamento. O programa Paternidade ausente, histórias incompletas fala sobre o reconhecimento paterno, a investigação de paternidade e a relação entre pais e filhos.

Mais Recentes
O Museu Nacional e a paleontologia

Em 2003, a TV PUC-Rio produziu um programa sobre paleontologia, também conhecida como ciência dos fósseis. Alguns dos objetos de estudo mais importantes do país estavam localizados no Museu Nacional, destruído por um incêndio no domingo, dia 2 de setembro.

Museu Nacional: história que virou cinza

Em 2003, a TV PUC-Rio produziu um programa sobre o Museu Nacional, a mais antiga instituição científica do país. O prédio, que foi residência da família real, abrigava um acervo de 20 milhões de peças, que foram destruídas por um incêndio no domingo, dia 2 de setembro.